terça-feira, 6 de agosto de 2013

A minha evolução...

Ontem corri 5,5km. Não foram seguidinhos, mas foi com poucas e curtas pausas, e tornou-se no meu recorde pessoal.
Cheguei ao fim completamente estourada, uma vez que já não ia correr há mais de 1 semana, mas soube bem.
Diz o Endomondo (que uso no tlm para controlar as distâncias percorridas) que gastei cerca de 412 kcal. É bom, digo eu. Sempre são menos essas que se acumulam nas coxas e barriga! LOL

No final da corrida, assistimos, sem querer, ao início de uma daquelas sessões fotográficas à posteriori de um casal de noivos, junto ao Castelo da Foz.
Talvez eu seja um pouco antiquada mas para mim não faz qualquer sentido voltar a vestir a indumentária do casamento, não sei quantos dias depois, para tirar umas fotos. Mas isto sou eu, e cada um faz o que lhe aprouver.
Mas o tema lembrou-me do meu próprio vestido de casamento, guardadinho lá no armário, e em jeito de brincadeira disse ao maridão que havíamos de voltar a vestir a roupita, para ver como nos ficava.
E fui espreitar as fotos do nosso casamento, que foi há (já) 11 anos (não é que seu seja velha, casei foi nova... ahahah).
E assustei-me um pouco com aquelas fotografias, que há anos não via, porque, apesar de saber que estava na altura uns kilos mais gordinha, não tinha ideia de se notar tanto.
É certo que parte da mudança tem a ver com os anos que passaram, mas o meu rosto era tão redondo, quase insuflado, comparado com o que agora vejo no espelho.
Toda a minha postura e depois as fotos da lua de mel, comigo em biquini na praia ou junto à piscina. Medo...
Tenho mesmo a impressão de que tinha um corpo muito diferente do que tenho atualmente, apesar de ainda estar muito longe de estar magra.
Acho, muito honestamente, que estou muito melhor agora, a diversos níveis. Que sou uma mulher muito mais interessante, seja a nível físico seja a nível de apresentação geral (claro que já nem falo a nível intelectual / emocional).
Cuido mais de mim, visto-me de forma muito mais feminina, acho que tenho uma presença completamente diferente, para melhor!

E isso agrada-me! Muito!

P.S. Desculpem-me o momento de autocontemplação e autoelogio. :) 

Sem comentários: