terça-feira, 30 de junho de 2015

Coisas que não gosto (mesmo nada) #4

Ver a minha pequenina a sofrer. E agora que está com uma inflamação, queixa-se muito de cada vez que tem de fazer um cocozito! Parte-se-me o coração senti-la a sofrer daquela forma... :(

segunda-feira, 29 de junho de 2015

Pós férias

Duas semanas de férias e muitos disparates alimentares depois, eis-me de volta, com 69kg!
Sim, aumentei de peso! Férias que são férias têm esse resultado em mim.

Mas hoje pesei-me pela manhã com o intuito de ter essa referência correta e começar a tomar medidas, a sério, para dar a volta a isto.

Tenho dois grandes objetivos até ao final do Verão:
  1. Recuperar a forma física - aqui incluo não só a questão do peso, como a minha capacidade física (começa a aborrecer-me seriamente ficar tão cansada ao subir meia dúzia de degraus, entre outras coisas)
  2. Reduzir drasticamente o caos na minha casa

Já consegui organizar o quarto da minha pequenina e já listei uma série de pequenas (ou nem tanto) tarefas para ir fazendo - pelo menos, uma por dia - para alcançar o objetivo 2.
Quanto ao primeiro, tenho de estabelecer boas rotinas alimentares lá em casa, e já combinei com o maridão que, no final de jantar, estando a filhota a dormir, vou fazer uma caminhada (tentando retomar o ritmo de caminhadas que fazia há ano e meio atrás).

O mantra é:


sexta-feira, 12 de junho de 2015

Introspeção, Auto Reflexão ou lá o que lhe queiram chamar!

Sabem aquelas alturas em que dizemos que queremos emagrecer e que vamos fazer dieta e coisa e tal, mas na verdade estamos mas é à espera de simplesmente acordar magras?
Pois é, estou numa dessas alturas. Quero perder estas banhinhas mas não deve ser assim muito porque não tenho feito nada para isso! Estou à espera de um milagre, é o que é!

Desde que a minha filha nasceu que ando a pensar que devo tratar de mim, e fazer um esforço por perder o peso ganho na gravidez, e endireitar a alimentação e retomar o exercício físico regular... 
Mas a verdade é que desde que ela nasceu que não consegui organizar a minha vida. Quer dizer, tenho uma série de rotinas instituídas mas todas elas se referem ou a trabalho ou a estar com ela ou cuidar dela.
Não há, no meu dia, um tempo dedicado a mim... ou à casa!
O caos está instalado no meu tempo e no meu espaço. E nem há razão para tal, uma vez que ela é um doce, super sossegada, dorme super bem e bem cedinho! Sobra, na verdade, bastante tempo desde que a deito (pelas 20:30) até que eu me deito (pelas 00:00-00:30).
Dava para fazer muita coisa (desde que não implique muito ruído), mas tem faltado vontade, talvez, ou organização.

Nas próximas duas semanas estaremos de férias e quero tentar aproveitar para dar uma arrumação geral à casa, organizar (finalmente) o quarto da bebé (sim, eu sei, não preciso que digam nada!) e tentar, junto com o maridão, estabelecer rotinas diárias mais produtivas!

Talvez depois disso, consiga pensar novamente e a sério em dietas (ou reeducação alimentar, como lhe queiram chamar) e dedicar-me de verdade a voltar a ser quem era - uma pessoa ativa, com bons ritmos de exercício físico semanais, com um peso aceitável!