terça-feira, 20 de julho de 2010

Eu amo-me... :)

Mesmo em fases que estava mais gorda, acho que nunca deixei de gostar de mim. Podia não gostar muito de me ver ao espelho nem de vestir coisas bonitas e ser um pouco desmazelada com o meu aspecto, mas sentia-me bem com a vida e penso que, de uma forma estranha sempre gostei de mim, porque tinha (tenho) quem gostasse de mim.

Mas algo não estava bem e era preciso retirar peso de cima dos meus ossos, que não se sentiam amados! lol

Os únicos males que faço a mim mesma é realmente comer um pouco demais (especialmente docinhos, o meu grande vício) e ser muito preguiçosa. De resto, não fumo (nem nunca fumei), não bebo bebidas alcoólicas, não tomo café, gosto muito de dar as devidas horas de sono ao meu corpito...

Amo-me porque acho que mereço. Amo-me porque, apesar de não ter conseguido ainda atingir o peso e aspecto que gostaria de ter, sei que já consegui grandes vitórias nesta luta.
Amo-me e por isso vou continuar a cuidar de mim (ainda que com alguns desvios), cada vez mais! :)

2 comentários:

butterfly disse...

Gostei do post!
não há nada como ter amor próprio...
bjinhos

Alexandra disse...

É assim mesmo que se fala. Parabéns
Alexandra