segunda-feira, 11 de abril de 2016

Fosse a chuva o pior do fim de semana

Noite de sábado para domingo.
Adormeceu sem grande dificuldade.
Uma hora depois, ataque de tosse, daquela forte.
Acorda a chorar e a chamar pela "mamã".
Foi lá a avó (minha mãe), que logo de seguida me chama.
Tinha vomitado o jantar todo (sopa, essencialmente).
Estava toda suja, assustada, só queria o meu colo.
Dei-lho, aconcheguei-a a mim, beijinhos para a tentar consolar, acalmar.
Eu, de coração apertado, por não ter lá ido logo que a ouvi com a tosse (mas como ia adivinhar?).
Tirámos-lhe a roupa, pu-la na banheira, dei-lhe um banho rápido.
Vesti-lhe roupa lavadinha, enquanto ela só chorava e pedia colo.
A minha mãe trocou a roupa da cama.
Voltamos para o quarto dela, ela no meu colo, cabeça pousada no meu ombro.
Adormeceu assim. Pousei-a na cama. Passou o resto da noite super tranquila.
Acordou bem disposta. Que se lixe a chuva!

2 comentários:

Coquinhas disse...

Nada como o miminho da mãe e da Avó :) as melhoras

A Pimenta* disse...

Não há nada pior do que quando os nossos filhos estão doentes. Não há coração de mãe que aguente! Só espero que ela já esteja melhor*