terça-feira, 25 de outubro de 2016

Para mais tarde recordar #12

A S. acorda a meio da noite e começa a chamar por mim.
Chego ao quarto dela, e ela está de rabito para o ar, cara enfiada no colchão a tagarelar qualquer coisa.
Faço-lhe umas festinhas na cabeça.
    S. - Mamã, eu que estava a falar?
    Eu - Não sei, bebé. Que estavas a falar?
    S. - Num sei. Asneiras!

Sem comentários: