quarta-feira, 19 de outubro de 2016

Há males que vêm por bem

A minha placa (fogão) avariou. Já é a segunda vez este ano. Consideramos a hipótese de comprar uma nova, mas decidimos meter o orçamento da reparação ao seguro e pegou (por que é que não fizemos isto na vez anterior é algo que não consigo explicar). Não terá custos para nós, por isso, é melhor que estar agora a gastar dinheiro noutra.
Mas a peça que será necessária demora 2 a 3 semanas a vir. Ainda só passou uma desde que adjudicamos a reparação. E umas 3 desde a avaria. 
Havia que arranjar solução para as refeições!

Nos primeiros tempos, e como estávamos de férias, optamos por ir fazendo umas refeições fora, outras em casa dos meus sogros. Mas com o regresso à rotina do trabalho, não podíamos manter-nos nesse ritmo.

A solução alternativa era mais que óbvia: começar a dar uso ao robot de cozinha (ou como eu lhe chamo "a prima da Bimby") que há largos, largos meses estava parado em cima do balcão.
E começo a perceber a estupidez de ter a maquineta parada. Afinal, é simples de usar e facilita algumas coisas.
Não é nenhuma solução milagrosa, mas ajuda e já começo a desenrascar-me com ela e a conseguir fazer ajustes nas receitas e tudo.
E até já começo à procura de novos acessórios para a cozinha, tipo formas de bolos, só para experimentar algumas receitas! 


"Há males que vêm por bem", não é o que dizem? 
Esta avaria fez-me começar a aproveitar um investimento que estava parado, e isso faz com que não lamente nada que tenha acontecido! :)

3 comentários:

Maria disse...

nem tudo foi mau então :)

A Pimenta* disse...

Confesso que já pensei muito em comprar algo do género da Bimby. A original dizem que é muito cara mas que é a melhor. AS "imitações" também terão o seu quê de interessante. Mas não sei... uma máquina a cozinhar é algo que não me soa lá muito bem...

AMOR XXS disse...

Também tenho a prima da bimby e uso-a mais para sopas (e aproveito e cozinho alguns legumes a vapor) e ocasionalmente para algumas sobremesas (não faço muitas para não cair em tentação!). Para pratos principais é raro.