sexta-feira, 11 de setembro de 2015

...

Não sei onde nem quando nos perdemos mas, às vezes, temo que tenha sido há tanto tempo e tão lá longe, que não consigamos reencontrar-nos...
Imagem retirada daqui

1 comentário:

Miss B. disse...

Não penses assim. Há sempre um novo caminho... há sempre uma qualquer estrada. Já me perdi tanta vez... e cá estou, para me perder outras tantas...